Mondial Arena


Mais do que falar sobre produtos, queremos debater sobre propósitos.
Mais do que apontar tendências, queremos ressaltar as atitudes que fazem a diferença no mundo.

Queremos inspirar, engajar e conectar produtores e consumidores.

O Mondial Arena veio para informar e inspirar o público, com talks sobre produtos artesanais, sustentabilidade, consumo,comportamento e impacto social. Tudo isso com o dinamismo de um bate-papo objetivo e direto.

Com curadoria da Carolina Oda, expert em gastronomia que passeia com muita fluidez pelos caminhos dos alimentos, das bebidas e da hospitalidade.

Confira abaixo o que rolou nesta edição:


19h - Cerveja artesanal da fazenda

Saiba um pouco mais sobre as etapas que caracterizam uma cerveja enquanto artesanal e conheça também o conceito de “cervejaria de fazenda”. Para conduzir a conversa, contaremos com o empresário e cervejeiro Fabrício Almeida que nos últimos anos se dedica a produção do líquido dentro de uma fazenda na Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais.

FABRÍCIO ALMEIDA
Empresário e sócio diretor(ZalaZ)

Formado em Engenharia de Produção pela USP, Fabrício fez carreira na área de logística em empresas multinacionais e start ups. Em 2010 começou a produzir cerveja em casa e foi se aprofundando no assunto com diversos cursos no Brasil e no exterior. Em junho de 2015 inaugurou junto com sua esposa, Júnia, a cervejaria na fazenda da família, na Serra da Mantiqueira, sul de MG, desenvolvendo o projeto desde a concepção da marca, construção do galpão, licenciamento e integração com a Fazenda.

JÚNIA FALCÃO
Sócia diretora (ZalaZ)

Formada em Engenharia de Produção pela UFJF, Júnia fez carreira em empresas multinacionais e startups. Entrou no mundo da cerveja depois de conhecer seu sócio e marido Fabrício, e juntos montaram a ZalaZ, a cervejaria da fazenda na Serra da Mantiqueira, onde buscam integrar comunidade e fazenda de forma sustentável ao negócio.

19h45 - A criatividade no craft brewing

É possível misturar ciência e arte na cerveja? Um olhar sobre o que é ser artesanal no que diz respeito a criação. Um dos aspectos da criatividade humana, o talento em conceber algo novo e que agregue valor à vida das pessoas, pode ser nutrido e fomentado, trazendo simultaneamente um viés de intangibilidade artística, beleza estética e proficiência científica para o produto. Saiba mais sobre a beleza de ser um "craft brewer" com o Leo Sewald no Mondial Arena.

LEONARDO SEWALD
Mestre cervejeiro e sócio-fundador (Cervejaria Seasons)

Leo é mestre-cervejeiro e sócio-fundador da multi-premiada Cervejaria Seasons, cervejaria de Porto Alegre/RS. Juiz de cerveja certificado pelo BJCP e cervejeiro formado pelo Siebel Institute of Technology de Chicago/EUA, Leo também é consultor de mercado para novos negócios, membro da Brewers Association, ASBC - American Society of Brewing Chemists e MBAA - Master Brewers Association of Americas.

Professor da Escola Superior de Cerveja e Malte, Science of Beer e jurado de competições nacionais e internacionais de cerveja, também atuou como membro da diretoria das associações brasileiras que trabalham em prol da comunidade cervejeira nacional e estadual, respectivamente, a ABRACERVA e AGM. Sócio-fundador da Acerva Gaúcha, homebrewer desde 2005 e viciado confesso em compostos de lúpulo, Leo é um ativista do setor, ministrando palestras, cursos e workshops com o intuito de disseminar a cultura das boas cervejas.

20h - O pequeno empreendedor como agente da mudança artesanal

Leonardo irá mostrar, numa visão microeconômica, como o pequeno empreendedor é essencial na criação de novos produtos artesanais, porque as grandes empresas não participam desse processo, e como a economia mainstream peca, ao eliminar o empreendedor das suas análises.

LEONARDO SATT
Sócio-fundador (Cervejaria Dogma)

Engenheiro mecânico de formação, 15 anos de experiência em venda B2B, largou o mundo corporativo para viver de cerveja, onde fundou a Dogma em 2014 com mais dois amigos.

20H30 - #AREVOLUCAOACABOUDECOMEÇAR

Como a forma artesanal de produzir bebidas alcoólicas vai melhorar os hábitos e criar lógicas de consumo responsável: vamos começar a nos preocupar (também) com o que bebemos?

ARTURO ISOLA
Fundador e CEO (Amázzoni)

Emigrado no Brasil por amor, zarpando de Gênova como Cristóvão Colombo e Garibaldi. Formado em arquitetura e pós-graduado em design, viajante curioso, dedica a maior parte do seu tempo pensando em como melhorar a qualidade de vida de forma diferente.

Apreciador do ritual do balcão de bar, no Brasil notou uma carência clara no mercado que o levou a criar o gin artesanal brasileiro com vocação internacional. Como primeiro passo na Amázzoni plantou um pé de mexerica na destilaria porque seu pai sempre dizia que “na vida somos o que plantamos”. De gin já tem bebido muito no velho e no novo mundo, mas produzi-lo, diz ele, tem um outro gosto.

15h - Artesanal: sabor e saber

Compartilharemos nossa experiência de produzir uma bebida não alcoólica artesanal pensando o alimento como uma questão que transborda a saúde: prazer, comunidade, cultura e política servidos à mesa. Saiba o que nos motiva a ser artesanal, nossas inspirações, fundamentações visões e o que nos caracteriza como um produto artesanal. Apresentaremos a origem etimológica do termo, os sentidos pelo qual essa discussão importa, o papel dos agricultores nesse sistema e quais as contribuições do artesanal para a alimentação global.

LEE WANG
Sócio Fundador (Kiro)

Administrador público por formação acadêmica, fazedor de Kiro por opção política, empresário por necessidade, brasileiro por sorte e corinthiano por sina.

15h45 - Conheça um pouco sobre o Cancian

Tradição familiar italiana, o Cancian preserva as técnicas artesanais no preparo de seus embutidos. São mais de 60 itens no catálogo de produtos, sendo alguns exclusivos da marca.

Em nossa apresentação você poderá conhecer algumas técnicas usadas e diferenciais nos modos de produção, pensando no cliente em cada passo e ainda promover a sustentabilidade respeitando o meio ambiente

Ricardo Luizatto
(Gerente) Restaurante Cancian

Ricardo é chef formado pelo Instituto de Gastronomia das Américas, tendo passagem por restaurantes renomados de alto padrão na cidade de Santos, como Aline’s Bistro, California Food and Beer, Restaurate da Fraco do Hotel Mercury e Capitães. Atualmente é gerente responsável pela cozinha do restaurante Cancian, localizado na Vila Madalena.

15h - Processos e produção: o que é ser artesanal?

Em uma conversa descontraída, o sommelier e mestre em estilos Luiz Nascimento compartilha sua visão e conhecimento sobre as etapas de criação e desenvolvimento das bebidas artesanais, desde à concepção até a produção e consumo final.

LUIZ NASCIMENTO
(Sócio dos bares H. Gin Bar e Volátil, Mestre Destilador da The Lab Spirits e Cervejeiro da Cervejaria Canoa)

Luis Marcelo Nascimento, é formado em administração, trabalhou durante 20 anos com Tecnologia da Informação e largou tudo para se dedicar a produção de bebidas. Atua nesse nicho desde 2012, além de prestar consultorias e treinamentos na área de produção de bebidas artesanais.

15h45 – Cervejas no Brasil: artesanais e a Indicação geográfica

- Conceitos de cervejas artesanais;
- Direcionamentos do Estado brasileiro;
- Indicação geográfica;
- O Caso de Ribeirão Preto;
- Entraves e discussões.

GUILHERME FRACAROLLI
Engenheiro agrônomo (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e responsável pela política de Indicação Geográfica e Produção Integrada para estado de São Paulo)

Graduação em Engenharia agronômica pela ESALQ/USP. Especialização em Desenvolvimento Regional pela UFPR. Mestrado em Gestão e Políticas Públicas pela EAESP/FGV. Doutorado em curso em Sociologia Econômica e das Organizações pela ISEG/Universidade de Lisboa.

Início da carreira profissional no Ministério do Desenvolvimento Agrário, em 2009; Coordenador do Programa Nacional de Crédito Fundiário por São Paulo pela SEAD/Casa Civil da Presidência em 2017 e idealizador do Selo Nacional da Agricultura Familiar (SENAF).

17h - Artesanal como instrumento da tradição e cultura alimentar

Venha acompanhar uma conversa que valoriza a gastronomia baseada no território.

FABIO MENNA
Agricultor e Co-fundador (Reenvolver)

Explorador de métodos e técnicas de produção e processamento tradicionais, principalmente a fermentação. Agricultor, cultiva frutas silvestres orgânicas na Serra da Mantiqueira e fornece frutos em pequena escala para referências da gastronomia paulistana.

USE AS TAGS #MONDIALDELABIÈRESP E #MONDIALDELABIÈRESPEUVOU E COMPARTILHE SEU AMOR POR CERVEJAS ARTESANAIS.

FAGGA EVENTOS – CNPJ 05.494.572/0001-98